Flávio Dino usa poema e redes sociais para comunicar falecimento do pai

O jornalista, escritor e advogado Sálvio Dino também teve trajetória político no cenário maranhense

“Não chores, meu filho; Não chores, que a vida/ É luta renhida: Viver é lutar. A vida é combate,/ Que os fracos abate,/ Que os fortes, os bravos/ Só pode exaltar.’, lembrou Flávio Dino quando recitou poemas de Gonçalves Dias com seu pai.

Foi assim que o governador Flávio Dino usou suas redes sociais para comunicar o falecimento do pai, Sálvio Dino Jesus de Castro e Costa, 88 anos, vítima do coronavírus, na manhã desta segunda-feira (24).

Sálvio Dino encontrava-se internado desde o dia 21 de agosto, quando foi detectada  a presença da Covid-19. Sálvio Dino Jesus de Castro e Costa foi um advogado e político brasileiro. Membro da Academia Maranhense de Letras, foi deputado estadual, prefeito de João Lisboa.

Pai do governador do Maranhão, Flávio Dino, do procurador da República Nicolau Dino, do advogado Sálvio Dino Júnior e do empresário Saulo Dino, o jornalista, escritor e advogado Sálvio Dino é natural de Grajaú (MA) e ocupava a cadeira n° 32 da Academia Maranhense de Letras. Foi fundador da Academia Imperatrizense de Letra, da qual foi vice-presidente em 1991/1992.

Sálvio Dino também teve destacada trajetória na política maranhense. Foi eleito vereador de São Luís em 1954 e reeleito em 1958. Em 1962, elegeu-se deputado estadual do Maranhão, tendo sido cassado, em 1964, pelo golpe militar. Em 1974, foi novamente eleito deputado estadual e prefeito do município de João Lisboa no período de 1989 a 1997.

Luto oficial

O presidente da Assembleia do Estado do Maranhão, deputado Othelino Neto (PC do B), decretou luto oficial de três dias pelo falecimento do ex-deputado estadual e procurador aposentado Sálvio Dino.

“A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-deputado estadual e procurador aposentado Sálvio Dino, pai do governador Flávio Dino (PCdoB), ocorrido nesta segunda-feira (24), em São Luís.

Natural de Grajaú (MA), Sálvio Dino era jornalista, advogado e escritor. Membro da Academia Maranhense de Letras, ocupava a cadeira n° 32. Foi fundador da Academia Imperatrizense de Letra, da qual foi vice-presidente em 1991/1992.

Sálvio Dino também teve destacada trajetória na política maranhense. Foi eleito vereador de São Luís em 1954 e reeleito em 1958. Em 1962, elegeu-se deputado estadual do Maranhão, tendo sido cassado, em 1964, pelo golpe militar. Em 1974, foi novamente eleito deputado estadual e prefeito do município de João Lisboa no período de 1989 a 1997.

Além do governador Flávio Dino, Sálvio Dino era pai do procurador da República, Nicolau Dino, do advogado Sálvio Dino Júnior e do empresário Saulo Dino. Era casado com Iolete Aranha de Castro e Costa. Neste momento de dor pela perda do ente querido, a Assembleia Legislativa solidariza-se com os familiares e amigos, a quem manifesta sinceros pêsames.”, publicou em nota o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s