Nova liderança de Turilândia quer levar partido Aliança a seu município

 

Nova liderança do município de Turilândia quer levar partido Aliança Pelo Brasil para seu município e ser candidato a prefeito por ele. Foi esse o propósito do pré-candidato ao cargo, Raimundo dos Santos, mais conhecido na região por Gordo Mil, que esteve este final de semana em São Luís acompanhando a movimentação dos apoiadores do partido do presidente Jair Bolsonaro, em reuniões e também no I Encontro de Apoiadores do Aliança Pelo Brasil no Maranhão, realizado ontem (31), no Condomínio da Facomércio (Calhau).

O evento reuniu lideranças de várias regiões do estado, entre eles a de Turilândia. “Minha intenção é ser candidato a prefeito de Turilândia pelo partido Aliança, por isso estou aqui para ser um voluntário na busca de assinaturas para o apoio do partido em meu município”, disse Gordo Mil.

Microempresário de sucesso na região, Gordo Mil entrou na política em 2008, quando apoiou um candidato a vereador do seu município, em 2012 resolveu lançar seu nome ao pleito, mas foi em 2016 que conseguiu voto suficiente para ser, atualmente, suplente de vereador.

Gordo Mil faz oposição ao atual prefeito da cidade, Alberto Magno (PCdoB), que segundo ele não tem feito muita coisa pela cidade. “Nós não temos um bom atendimento de saúde, a cidade está acabada por falta de infraestrutura e nós queremos mudar essa realidade, trazendo o partido Aliança Pelo Brasil e candidatos comprometidos com a honestidade e compromisso com o povo”, afirma o empresário. O município de Turilândia, a 164 km de São Luís, foi criado pela lei estadual nº 6183 de 10 de novembro de 1994 e segundo o censo de 2010, possui 22.846 habitantes.

Apoiadores do Partido Aliança realiza seu primeiro encontro no Maranhão

7503a399-4ba2-4138-b9e8-971fc011a11d
Com um auditório lotado, lideranças locais e nacionais se reuniram ontem (31/01) pela criação do partido Aliança pelo Brasil, do Presidente Jair Bolsonaro. O I Encontro de Apoiadores do Aliança Pelo Brasil no Maranhão, realizado no Condomínio da Facomércio (Calhau), teve a presença dos deputados Wellington do Curso (PSDB), César Pires (PV) e das advogadas do partido Andreia Araújo e Rubenita Lessa.

Para o coordenador do evento e umas das lideranças do movimento de apoiadores do partido em São Luís, Coronel Monteiro, essa é a hora da mudança. “É um orgulho para nós estarmos vivendo este momento de Brasil. Eu nasci ouvindo dizer que o Brasil é um país do futuro. Agora sim, o Brasil é um pais do presente. E é isso que precisamos assumir. Certo ou errado nós somos os responsáveis. E os que vieram aqui hoje acreditando nisso, estaremos juntos no plantio e na colheita”, discursou Monteiro.

Para a advogada do partido, Andreia Araújo, o número de assinaturas para que o partido seja de fato criado e ainda participar das próximas eleições é o maior número possível, pois muito das fichas preenchidas e reconhecidas no cartório são descartadas, devido alguns apoiadores já serem filiados a outro partido, ou por rasuras na identificação do número do título de eleitor ou até mesmo erro do próprio cartório na hora de colocar o adesivo de autenticação da assinatura em cima de uma informação da ficha do apoiador.

“Nós precisamos de todas as assinaturas possíveis, porque algumas fichas tem um dado errado e aquela ficha é descartada, então temos que ter outras dez ou vinte a mais para suprir aquela ficha que foi descartada. Costumo comparar isso a eleição, pois na eleição nós não sabemos quantos votos o candidato vai ser eleito no cargo majoritário, a gente só sabe que ele tem que ter mais voto do que o outro”, explica a advogada.

Para isso, durante o encontro foi instalado uma força tarefa no local do evento, com um serviço de cartório, para que as assinaturas fossem automaticamente autenticadas. “Estamos conseguindo vários apoiamentos hoje aqui, ainda não contabilizamos, mas até agora já são mais de 100 assinaturas. Isso, sem contar com nossa movimentação nos cartórios nos bairros da Cohama (7° Tabelionato de Notas), Calhau (Shopping do Automóvel), João Paulo (4° Tabelionato de Notas) e Anjo da Gurada (8° Tabelionato de Notas), que acontecem durante a semana”, disse Henrique Jorge Reis, mais conhecido como Pirrita, um dos apoiadores e voluntário do novo partido. Os interessados também podem fazer seu apoiamento pela internet, no endereço www.aliancapelobrasil.com.br, sem esquecer é claro, de autenticar sua assinatura na frente do tabelião.

Reverenda assumirá a Cultura enquanto Regina decide se quer ou não o cargo

20200123010827898812u

Enquanto não diz “sim” ao casamento com o governo Bolsonaro, Regina Duarte terá uma aliada para tocar a Secretaria de Cultura. A secretária da Diversidade Cultural, Jane Silva, será nomeada secretária-adjunta da Cultura até que a atriz da Rede Globo dê uma definição para o próprio destino e o da subpasta do Executivo. A definição saiu esta quinta-feira (23/1).

Regina Duarte e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio convidaram Jane Silva para o cargo de adjunta. Dessa forma, a secretária da Diversidade Cultural assumirá as funções da atriz até que haja uma definição. Pesa no “sim”, dentre outras coisas, a rescisão do contrato com a TV Globo, de quem ela recebe até R$ 120 mil em carteira assinada.

A rescisão do contrato com a TV Globo ainda não foi concluída, justamente porque ela avalia bônus e ônus de assumir o cargo, aponta um interlocutor da atriz. Na pasta, receberia cerca de R$ 17 mil, ou seja, 14,2% da remuneração paga pela empresa de comunicação. De toda forma, o governo mantém o otimismo de que a artista chefiará a política nacional cultural e crava sua “contratação”. Mas os desafios serão relevantes, caso ela aceite a função, a começar pela demissão anunciada do secretário adjunto, José Paulo Martins.

Na última terça-feira (21/1) a atriz confirmou ao Palácio do Planalto que assinaria a rescisão com a Globo, após a reunião com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Até ontem (22/1), contudo, isso não ocorreu. Pessoas próximas ressaltam que, para ela aceitar o projeto, ela precisa de garantias estáveis para conduzir os trabalhos.

Premiado de loteria deve ser identificado obrigatoriamente

 

Robertorocha-696x461

Para evitar que as loterias sejam usadas como meio para a lavagem de dinheiro, está tramitando no senado nacional o projeto de lei que identifique o apostador de forma obrigatória, assim como a de quem for receber o prêmio.

Caso os CPFs sejam diferentes, ambos deverão ser identificados e o sacador precisará apresentar uma justificativa para substituir o apostador original. Tanto as identificações quanto a justificação serão enviadas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

“Não é novidade que os prêmios de loterias vêm sendo utilizados como instrumento para lavagem de dinheiro no Brasil. Essa prática, que já foi objeto de uma série de investigações por parte de diferentes autoridades, ainda não foi devidamente combatida. Precisamos restringir essa possibilidade de lavagem de dinheiro”, afirmou o senador Roberto Rocha, autor da PL 3.972/2019.

O texto tem como relator o senador Rogério Carvalho (PT-SE).  A decisão da comissão é terminativa. Isso significa que o projeto, se aprovado, poderá ir direto para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para que seja analisado

Aliança entre Assembleia, Câmara e Prefeitura

96f02936c232bb5f899a24b45a052f90

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), participou, ontem (22), do lançamento de um pacote de obras no município de Pinheiro. Na solenidade, foram assinadas ordens de serviço para revitalização da Praça do Centenário e construção do segundo módulo da feira municipal e do Centro de Imagem do Hospital Dr. Antenor Abreu.

Além do lançamento das obras, uma ambulância foi entregue à população, por meio de emenda da deputada Dra. Thaíza Hortegal (PP). A parlamentar agradeceu o apoio do presidente Othelino Neto. “São várias obras prometidas e que, agora, estão sendo entregues. Outra ambulância chegará em fevereiro, conquistada graças a ajustes administrativos e a um severo controle de gastos na Assembleia. Agradeço ao presidente Othelino Neto, que não tem medido esforços e tem atendido, comigo, às demandas para Pinheiro. Temos feito a boa política, com compromisso e resultados”, ressaltou Thaiza Hortegal.

O prefeito do município, Luciano Genésio, destacou que a parceria com o Parlamento Estadual, assim como com a Câmara Federal, tem contribuído para o desenvolvimento de Pinheiro. “As inúmeras emendas colocadas por deputados estaduais e federais fizeram com que Pinheiro se tornasse um polo na área da saúde, educação e indústria. Agradeço, em especial, ao presidente Othelino Neto, que compreendeu que Pinheiro precisa de atenção. Ele tem sido um interlocutor importante no desenvolvimento do nosso município”, disse.

A união entre os poderes também foi ressaltada pelo deputado federal André Fufuca. “Todos esses benefícios são frutos da união de várias forças. Nós sabemos que a manutenção é muito cara e sem ela não funciona”, disse, enfatizando a destinação de recurso para a manutenção do Centro de Imagem. (Fonte: Agência Assembleia)

Aliança na busca de apoiadores no Maranhão

Membros e voluntários do Partido Aliança Pelo Brasil estão correndo contra o tempo para conseguir mais de 400.000 assinaturas de apoio para obter o registro na Justiça Eleitoral e participar das eleições municipais de outubro deste ano. Para isso, voluntários vem realizando ações em todos os estados do Brasil.

No Maranhão, mais intensamente em São Luís e em Imperatriz, estão sendo realizada ações centralizas, como instalação de pontos físicos próximos a cartórios, mobilização nas redes sociais e o recolhimento de assinaturas em empresas e organizações religiosas. “Nossas ações nos cartórios deram início na sexta-feira, no 1° cartório do Anjo da Guarda, tivemos também ações centralizadas segunda (20), na quarta (22) e vamos ter amanhã (24)”, explicou o Coronel de Infantaria do Exército Brasileiro o Edilson José da Costa, um dos voluntários do partido do presidente Jair Bolsonaro.

A meta é atingir 200.000 assinaturas, que apesar de ainda não terem sido conferidas, os voluntários garantem que já estão próximos de atingir a meta. “Não temos dúvida que atingiremos a meta, é o que já se nota nas ações já realizadas”, reforça Coronel Monteiro, um dos coordenadores destas ações do partido no Maranhão.

Segundo Edilson a centralização e contagem das assinaturas recolhidas nos cartórios será feita no final de janeiro. “Nós ainda não centralizamos o recolhimento das fichas de inscrições nos cartórios de todo o estado do Maranhão. Estamos com grupos descentralizados em vários municípios do Maranhão, mas nossas ações principais estão acontecendo em São Luís e Imperatriz. Estaremos fazendo o controle de todas essas fichas no final de janeiro”.

Com as assinaturas recolhidas até o momento, o partido atingiu um dos pré-requisitos exigidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A legislação exige o apoio de eleitores responsáveis por, pelo menos, 0,5% dos votos na última eleição geral para a Câmara dos Deputados — o que perfaz o total de 492 mil. Além disso, é necessário ter o aval de, no mínimo, 0,1% do eleitorado em nove estados.

A desfiliação de membros de outras legendas que desejam apoiar a nova agremiação é outro desafio enfrentado pelos organizadores do Aliança pelo Brasil. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina que os apoiamentos de eleitores filiados a outros partidos não são válidos. Integrantes da Executiva Nacional Provisória, contudo, criticam algumas siglas que agiriam de forma inconstitucional ao não dar baixa nos pedidos de desligamento.

Trânsito em via no Araçagi é liberado

21221_img_2532_7100995697057426541 (1)

Mesmo sem entender a finalidade da obra, a população de São Luís já pode trafegar com seus veículos leves e pesados em cerca de 1.300 metros de via concretada da MA-203, obra do BRT, no Bairro do Araçagi, no sentido Olho D’Água/Araçagi.

O curto trecho faz parte do sistema BRT, que está sendo implantado na região, e foi liberada com o objetivo de dar mais fluidez ao trânsito na área. Na próxima semana, a via sentido Araçagi /Olho D’Água também será liberada para tráfego.

As fortes chuvas que estão caindo em São Luís prejudicaram a trafegabilidade das vias laterais, que compreendem o trecho da obra do BRT no Araçagi. Para recuperar a fluidez do trânsito no local, a MOB vem desenvolvendo a recuperação dessas vias com brita tratada com cimento, a fim de extinguir os buracos e devolver o fluxo normal de veículos no local.

Segundo o governo a obra faz parte da primeira etapa da via para o trafego do BRT, na Rodovia Estadual MA-203, vai até a altura da UPA do Araçagi e vai contemplar duas vias de concreto, que consiste em base de camada de brita graduada simples (BSG), com 10 centímetros de espessura, 10 centímetros de concreto compactado a rolo (CCR) e ainda 23 centímetros de camada de concreto que finaliza o pavimento.

O que não se entende é o porquê de uma obra tão grandiosa para uma pequena extensão, onde o BRT possa trafegar. Ainda por cima, segundo o governo, a obra é a maior de mobilidade urbana do Maranhão que vai inaugurar um novo modelo de transporte público no Estado. Só vendo pra crê!!